Alzheimer
Seu tipo sanguíneo pode aumentar o risco de ter Alzheimer
  Segundo uma pesquisa publicada no “Boletim de Pesquisas Cerebrais”, o tipo sanguíneo pode também influenciar suas chances de desenvolver doenças cognitivas, como o Alzheimer. O estudo apontou uma relação entre a quantidade de massa cinzenta e o tipo sanguíneo: as pessoas com sangue tipo O têm mais matéria cinzenta do que as demais (A, B e AB). Segundo os pesquisadores, quanto maior o volume de massa cinzenta, maior é a proteção do corpo contra essas doença Leia Mais
Memória perdida por Alzheimer pode ser recuperada
  Pessoas que sofrem de mal de Alzheimer podem não ter esquecido suas memórias, mas apenas podem ter dificuldade em recuperá-la. É o que apostam pesquisadores que também revelaram a possibilidade de um tratamento que talvez poderá curar os prejuízos da demência. De acordo com especialista, os estudos realizados em ratos apontam que estimulando regiões especificas do cérebro com a luz azul, os cientistas podem conseguir que os animais recordem vivenc Leia Mais
Saber escutar o outro beneficia o cérebro e previne Alzheimer
  Escutar o outro só te faz bem: além de melhorar os relacionamentos interpessoais, desenvolver a capacidade de escutar e entender os demais faz bem à saúde, combate o envelhecimento do cérebro e auxilia na prevenção do mal de Alzheimer. Além disso, prezar por um bom convívio com pessoas que pensam diferente pode ser bastante desafiador e exaustivo, mas também estimula a reorganização de ideias, de maneira a tentar reforçar a argumentação, o que Leia Mais
Dormir bem melhora a memória e desempenho do cérebro
  Para uma noite de sono ser considerada boa é preciso quantidade e qualidade – em média, os adultos que não sofrem com problemas de sono dormem cerca de 7 horas ou 7 horas e meia por noite, porém, alguns podem precisar de mais tempo do que outros. A dica dos especialistas é planejar o sono, ou seja, manter horários regulares para dormir e acordar, até mesmo aos fins de semana.    Outro ponto importante em manter esse hábito, é que auxilia na memória e no fu Leia Mais
Seu tipo sanguíneo pode aumentar o risco de ter Alzheimer
Segundo uma pesquisa publicada no “Boletim de Pesquisas Cerebrais”, o tipo sanguíneo pode também influenciar suas chances de desenvolver doenças cognitivas, como o Alzheimer. O estudo apontou uma relação entre a quantidade de massa cinzenta e o tipo sanguíneo: as pessoas com sangue tipo O têm mais matéria cinzenta do que as demais (A, B e AB). Segundo os pesquisadores, quanto maior o volume de massa cinzenta, maior é a proteção do corpo contra Leia Mais
Medo de envelhecer favorece desenvolvimento de Alzheimer
  É como uma profecia autorrealizável, se você pensa que a velhice é ruim pode realmente sofrer mais com ela. Quem acredita que a velhice é o momento mais triste da vida tem mais chances de desenvolver Alzheimer. A constatação surgiu de um estudo realizado na Yale School of Public Health, nos EUA. A descoberta também pode ajudar na prevenção, portanto, acreditar na “melhor idade” pode ser o melhor remédio.  Leia Mais
Vitamina B12 é essencial para o sistema nervoso central
Importante para o sistema nervoso central, a vitamina B12 age no desenvolvimento e manutenção das funções do sistema nervoso. Sem essa vitamina, a mielina que recobre os nervos, como uma capa protetora, desgasta por meio da desmielinização, um processo que acontece tanto em neurônios de nervos periféricos, quanto naqueles de substância branca no cérebro. Alguns alimentos que contêm vitamina B12 são: bife de fígado, mariscos, coração, arenque, caranguejo, Leia Mais
Quinoa faz bem para a memória
A quinoa é um superalimento repleto de nutrientes, como proteína, ferro, cálcio, vitaminas do complexo B e ácido graxo ômega-3, que constitui a membrana externa das células cerebrais, sendo fundamental para uma troca rápida de mensagens no cérebro. De acordo com especialistas, se uma pessoa tem uma alimentação pobre em ômega-3, acaba ficando mais esquecida e com falta de concentração, mas o consumo regular do alimento já ajuda a recompor isso.  Além dis Leia Mais
Crie estratégias para recuperar a memória
Sempre que quiser se recordar de um compromisso ou uma informação importante, relacione imagens em torno desse conteúdo. Por exemplo, ao conhecer alguém e não quiser esquecer o nome da pessoa, tente associá-la a um objeto ou local em que ocorreu o encontro, como: Renata estava tomando um sorvete, memorize “Renata do sorvete”. Assim será mais simples de se recordar. Saiba mais: http://bit.ly/1PYQirP. Leia Mais
Música ajuda a exercitar o cérebro
Novos estudos revelam que tocar um instrumento pode ser uma ótima forma de se exercitar o cérebro. As pesquisas mostram que tocar um instrumento pode ser essencial para melhorar a memória, noções de matemática e para lidar melhor com mais de uma tarefa ao mesmo tempo. Para alcançar essas conclusões, os pesquisadores monitoraram a atividade cerebral de pessoas que estavam escutando música e pessoas que tocavam instrumentos. E descobriram uma altíssima movimen Leia Mais
Acompanhe a Torrent
  • Facebook
  • Twitter
  • Torrent Pharma